in

Mulher pode pegar prisão perpétua por atropelar homem para salvar gato; ele não sobreviveu

Uma mulher de 20 anos está diante de uma possível condenação por homicídio depois de supostamente atropelar intencionalmente um homem, a fim de salvar a vida de um gato. O caso tem gerado discussões na região.

O caso aconteceu no dia 25 de setembro, quando Hannah Star Esser jogou o carro propositalmente, segundo investigações, contra Luis Anthony Victor. Para as autoridades, a mulher afirmou que agiu porque pensou que a vítima estava tentando matar um gato.

Segundo as autoridades, Hannah e Luisa começaram a discutir no meio da rua quando ela pensou tê-lo visto tentando atropelar o animal. Ambos desceram de seus veículos e engataram em um bate-boca. Segundo a polícia, Luís tentava acalmá-la.

Em dado momento, a mulher voltou para o seu carro e dirigiu contra Luis. O homem não conseguiu escapar do impacto e foi atropelado, morrendo no local. Não existem informações sobre o gato, sequer sobre seu paradeiro.Para os promotores, a ação de Hannah mostra “total desrespeito à vida humana”. Ela pode ser condenada à pena máxima, que varia entre 25 anos à prisão perpétua no estado da Califórnia, Estados Unidos.

Hannah está presa e aguarda a chegada do julgamento, marcado para o dia 13 de outubro. Para a polícia, ela afirmou que suas ações foram motivadas pela ideia de que o homem estivesse tentando matar o animal. No entanto, a promotoria não aceitou a justificativa e acredita que o caso trata-se de uma ação deliberada.

Escrito por Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.